Em tradução livre “home office” significa trabalho em casa. A expressão também se encaixa para trabalhos realizados em locais alternativos que não a empresa, como cafés, aeroportos, táxis, hotéis, etc., significando aquele que é executado remotamente, à distância, ou de uma forma portátil.

Há muitos anos a arquitetura de interiores adequa aos espaços residenciais o “home office”, destinado a trabalhos e/ou estudos que, por necessidade de melhor aproveitamento de espaço, muitas vezes é projetado conjuntamente a sala de televisão.

  • 02.jpg
  • 03.jpg

O P&B fica bem em qualquer ambiente com decoração equilibrada. Os espaços de “home office” ganharam leveza com o cavalete e o rack fazendo as vezes de mesa de trabalho/estudo.

Uma boa ideia para a bancada de trabalho/estudo compartilhada, quando o espaço não tem muita profundidade, é encostá-la numa parede. Pode-se usar os dois lados, e ainda fazer uma prateleira de gesso que serve de apoio. Neste home as cores claras são pontuadas com toques de vermelho, que dão vida à decoração.

Um mezanino ou espaço de passagem também pode ser transformado num “home office”. O corredor contíguo ao topo da escada foi aproveitado com excelência, sem prejudicar o fluxo de pessoas.

Uma viga existente no espaço foi aproveitada para servir de parede, surgindo então um cantinho reservado para o escritório que acomoda perfeitamente mesa, cadeira e prateleiras para os livros.

  • 07.jpg
  • 08.jpg

Quando não houver espaço próprio, um cantinho do quarto, ou mesmo da sala, pode abrigar um “home office” perfeitamente. O importante neste caso é inseri-lo no contexto da ambientação para que fique harmonioso com seu entorno.

O material reciclado é o diferencial nesse pequeno “home office”, deixando-o prático e moderno.

Um local todo revestido em painéis de madeira faz as vezes de “home office” e biblioteca. A decoração minimalista é proposital, para conferir leveza ao ambiente.

Um espaço de trabalho mais jovial e descontraído pode ser conseguido com o uso de cores, móveis e objetos irreverentes, como a luminária em forma de sorvete, o gaveteiro amarelo gema, e as recordações de infância, que compõem com os livros, a estante acima da mesa.

No loft, onde os ambientes são conjugados, o aproveitamento de espaço resulta numa longa bancada de madeira que serve à cozinha e como “home office”.

O BE Design e Decor utiliza em seu blog imagens de sua autoria e terceiros, respeitando principalmente os direitos autorais do que é mostrado. Aqueles que identificarem uma foto de sua autoria, entre em contato conosco para adicionarmos os devidos créditos ou realizarmos a exclusão da mesma, se assim desejar. Obrigada!